Buscar
  • Bob

O sneakerhead que comprou um Yeezy por retail 6 meses depois do lançamento


Acredite se quiser, essa semana me deparei com uma história que ocorre ocasionalmente na gringa, mas no mercado de tênis nacional, confesso que foi a primeira vez (apesar de diversos boatos que vira e mexe aparecem por aí)!

Eduardo Nogueira, um sneakerhead morador da cidade de Uruguaiana, no estado do Rio Grande do Sul, recebeu a foto de uma prateleira de uma loja de calçados expondo para venda um par do adidas Yeezy Boost 350 "Bred" (lançado originalmente dia 11 de Fevereiro desse ano). Logo de cara, a primeira impressão que teve foi o óbvio, deve tratar-se de um tênis falsificado, mas tratou logo de ir mais a fundo para saber a procedência da loja.

Quando surgiu um tempo, Eduardo foi até a loja Modapé e certificou-se de ser uma loja de confiança, um distribuidor autorizado da adidas. Ainda com a pulga atrás da orelha, ele tirou fotos detalhadas do par e fez o que a maioria de nós faríamos, postou nas redes sociais solicitando um "Legit Check" para que outros sneakerheads avaliassem e comprovassem a legitimidade do produto.

E para sua grata surpresa (e de todos nós), ele estava diante de um par original pelo preço de lançamento, R$1199,90.

Mesmo diante de um cenário adverso com centenas de lojas vendendo fakes e bem longe do eixo RIO-SP, onde a grande maioria dos pares são disponibilizados pela marca, Eduardo pode comprar seu Yeezy Boost sem filas; o grande problema agora, é que ele calça 48BR e o tênis é 42BR. Mas isso não tira a grande sorte e satisfação de encontrar esse tênis parado em uma vitrine.

Perguntamos o que ele pretende fazer com o par agora, ele disse que talvez fique com o seu irmão ou coloque para revenda no mercado informal.

#yeezy #yeezyboost #yeezyboost350 #yeezyboostv2

                © Sneaker Cult 2020