Buscar
  • Vinicius Fonseca

CADE aprova o acordo onde Centauro compra a operação da Nike no Brasil



No começo do ano recebemos a notícia que a Centauro iria adquirir toda a operação da Nike no Brasil, o que deixou muitos na dúvida sobre como isso iria impactar o mercado. Depois de alguns meses de enrolação, a compra foi oficializada.


Segundo o portal Brazil Journal o CADE aprovou por unanimidade o acordo entre o Grupo SBF e a Nike pelo qual o controlador da Centauro compra a operação da Nike e passa a ser o distribuidor exclusivo da marca no País. Pelo acordo, fechado em fevereiro, a Centauro concordou em pagar R$ 900 milhões pela operação da Nike no Brasil, incluindo o capital de giro, 24 lojas Nike Factory e o ecommerce da empresa.


No chamado Acordo em Controle de Concentrações (ACC), o CADE inseriu duas provisões — mas ambas já faziam parte do acordo entre as duas empresas.


A primeira provisão cria uma espécie de ‘firewall’ de informações entre os times comerciais da Nike e da Centauro. Esta provisão proíbe, por exemplo, que um executivo da Nike que atende outros clientes tenha acesso a informações envolvendo o relacionamento da Centauro com Adidas e Puma, ou que um executivo da Centauro conheça a relação comercial da Nike com outros varejistas.


O CADE também proibiu uma conduta chamada de ‘self-preference’, impedindo na prática que a Centauro influa nas decisões da Nike em temas como segmentação de produtos e canal. Mas, pelo acordo entre as duas empresas, essas decisões já eram prerrogativa da matriz da empresa americana.


Então basicamente o que podemos concluir é que na prática, para o consumidor final, a distribuição e locação de produtos não deve mudar, já que a Nike dos EUA impede que isso aconteça. Do mais, resta aguardarmos para saber as cenas dos próximos capítulos.



                © Sneaker Cult 2020