Buscar
  • Vinicius Fonseca

Quer entender mais sobre a coleção da Off White com a Nike? Esse post é para você!


Algumas pessoas podem ter interesse pela nova coleção da Nike com a Off White apenas pelo puro desejo de hype, outras gostam do design e da ideologia da Off-White e outros ainda, apenas gostam do jeito que os tênis foram produzidos.

Então se você é daqueles que gosta de ler mais a fundo sobre a história por trás de uma nova coleção, esse post é seu!

Informações tiradas do próprio site da Nike News

A relação entre Virgil Abloh e a Nike começou bem antes de outubro de 2016, quando o renomado estilista esteve na sede mundial da marca para dar início a uma nova colaboração. Na verdade, durante a adolescência, Abloh e seus amigos da cidade de Rockford, no estado americano de Illinois, costumavam desenhar modelos de tênis e enviar para a Nike. “Éramos apaixonados pelo Air Jordan”, lembra ele. Hoje, aos 36 anos de idade, o estilista se divide entre as cidades de Milão e Chicago. “Michael Jordan era meu maior ídolo, meu Super-Homem. Minhas raízes e inspirações vêm todas dos anos 1990”.

Os primeiros anos de estudo de Abloh foram marcados por tênis esportivos, pela cultura hip hop, por capas de disco de rock e pela arte do grafite. Depois ele frequentou faculdades de arquitetura e engenharia, e hoje seu trabalho mistura todas essas influências. Abloh tornou-se um bem sucedido diretor criativo, DJ e estilista, e é fundador da marca OFF-WHITE. Em suas peças, ele incorpora diferentes processos criativos e reescreve as regras da moda e do design, trazendo humor e o espírito do “faça você mesmo” para tudo o que cria.

“Quando fui a Beaverton pela primeira vez, tive uma vontade imediata de desenhar alguma coisa”, conta ele, referindo-se à cidade do estado do Oregon onde fica a sede da Nike. “Não passei tantos anos esperando por isso só para ir até lá e ter uma ou duas reuniões”. Nessa primeira visita, Abloh reconstruiu um par de Air Force 1 Low pretos: ele usou um estilete X-ACTO e depois desenhou no tênis com canetinhas. Os modelos exclusivos foram usados pela equipe do estilista durante o evento Design Miami, realizado em dezembro do ano passado, no qual ele apresentou a linha de móveis da OFF-WHITE.

Esse exercício logo se transformou na recriação de 10 Air Force 1s, todos feitos a mão por Matt Kilgore nos estúdios Blue Ribbon, da Nike. (Vale ressaltar que Matt é filho de Bruce Kilgore, responsável pelo desenho original do Air Force 1 em 1982.) Abloh queria deixar exposta a espuma interna da língua, além de ter criado um Swoosh prateado com pespontos grossos e aparentes – e acrescentou uma citação que faz referência às origens do tênis em Beaverton.

Essa linguagem afeita ao design de reconstrução, somada ao desejo de Abloh de realizar um sonho de adolescência, levou à The Ten – uma exploração de 10 modelos da Nike, em colaboração com a marca.

“Esse projeto vai muito além de tênis e moda”, diz Abloh. “Na verdade, trata-se do que há de mais sofisticado em design. Esses 10 tênis romperam com muitas barreiras de desempenho e estilo. Para mim, eles estão no mesmo patamar que a escultura de David ou a Mona Lisa. As pessoas podem até discordar, mas esses tênis têm um significado – um significado importante”.

Os 10 modelos foram divididos em dois temas. O primeiro era “REVEALING”, criado para ser acessível: cortado à mão, em sistema open source, feito para ser reconstruído. Este grupo inclui Air Jordan I, Nike Air Max 90, Nike Air Presto, Nike Air VaporMax e Nike Blazer Mid.

O segundo era “GHOSTING”, desenhado com cabedais translúcidos que ampliam a ideia da revelação e se conectam ao segundo conjunto de peças, utilizando materiais comuns. Ele inclui Converse Chuck Taylor, Nike Zoom Fly SP, Nike Air Force 1 Low, Nike React Hyperdunk 2017 e Nike Air Max 97.

REVELING

O ritmo acelerado de Abloh foi perfeito para o cronograma Nike Direct. Esta foi uma das colaborações mais velozes da história da marca: 10 tênis em cerca de 10 meses desde a ideia ao lançamento. O projeto começou oficialmente com a tarefa de reimaginar cinco ícones da Nike: Air Jordan I, Air Max 90, Air Presto, Nike Air VaporMax e Blazer Mid. Tudo isso numa agenda super apertada. “A maioria das decisões criativas foi tomada nas três primeiras horas de trabalho. A etapa de design e de fazer diferentes versões levou três dias”, conta Abloh. “O Jordan I foi feito numa única sessão de design. Eu trabalho num estado meio onírico. Enxergo o desenho e ele logo fica pronto”.

À semelhança do primeiro exercício com o Air Force 1, o estilete X-ACTO foi fundamental para este novo processo. Abloh usou a lâmina para revelar a espuma interna das línguas de cada modelo, e também para mudar de lugar as etiquetas da Nike. Ele também trocou a posição do Swoosh, em alguns casos criou Swooshes maiores e acrescentou toques de cor usando um material laranja (às vezes mais de um num único pé).

O aspecto “revelador” desta série também ficou evidente em textos como “AIR” na lateral do Nike Air VaporMax, do Air Jordan I e do Air Presto – numa referência à tecnologia Nike Air. Nos cadarços dos tênis, ele acrescentou a palavra “SHOELACES” (cadarço, em inglês).

Embora o desenho pareça complexo, Abloh diz que a intenção do processo era criar algo simples e próximo de quem for usar o calçado. A proposta era abrir as “entranhas” dos tênis e revelar toda a inovação que costuma ficar escondida. “É verdade que estamos criando um objeto de desejo. Mas, no fundo, qualquer pessoa pode criar um tênis assim se for a uma loja, comprar um par e usar ferramentas que quase todo mundo tem em casa”, explica o estilista.

GHOSTING

Dentro do conjunto “REVEALING”, o Nike Air VaporMax recriado por Abloh impôs um desafio interessante: naquela época, o tênis ainda nem havia sido lançado. E ainda havia outros dois modelos inéditos – Nike Zoom Fly SP e Nike React Hyperdunk 2017 – estimulando o estilista com seu ar de novidade e todo o seu potencial. Abloh se inspirou no inovador sistema de amortecimento Breaking2 do tênis Nike Zoom Vaporfly Elite e do React Hyperdunk 2017, criado para o basquete. Ele decidiu apresentar uma evolução dessa revelação, chamada “GHOSTING”, e para isso usou os cabedais translúcidos. Sendo assim, o conjunto ficou com cinco modelos – incluindo ícones do basquete que antecederam o Hyperdunk (Converse Chuck Taylor e Nike Air Force 1 Low) – e com um símbolo das corridas que antecedeu o Vaporfly Elite (o Nike Air Max 97).

A natureza open source da coleção The Ten é uma reconstrução de calçados lançados pela Converse, Inc. desde 1923, e pela Nike, Inc. desde 1972. Chegando ao presente, esses tênis são prova da longevidade de modelos que definiram a cultura do esporte e dos tênis. Eles resistiram ao passar dos anos. Agora, com The Ten, transformam-se em catalisadores coletivos que nos permitem compreender não apenas o processo de desenhar um tênis, mas também o mundo do design como um todo.

A coleção chega em lojas selecionadas do mundo inteiro em Novembro, inclusive aqui no Brasil! Fique ligado em nossas redes sociais para novas atualizações.

#nikexoffwhite #offwhite #airjordan1offwhite #nikexoffwhitebrasil #offwhitebrasil

                © Sneaker Cult 2020