top of page
  • Foto do escritorLeo Jubé

Apresentamos a Palla Word!



Continuando as apresentações das marcas que estão em ascensão no cenário nacional, chegamos à Palla, marca já conhecida por sua forma diferente de se apresentar e por suas características únicas. Nossa entrevista contou com a presença do fundador, Kaue, que mostrou um pouco do o que é a Palla Word.



SC: Como começou a sua história com a moda, mais especificamente com o Streetwear?


PALLA: Cara, desde pequeno mesmo eu já me chamava atenção as pessoas que se vestiam diferente, minha mãe que comprava minhas roupas então não tinha como eu me vestir muito diferente, mas eu queria sempre me vestir assim, com 10 a 11 anos eu consumia muito a cultura do skate, porém não andava, mais tarde eu comecei a ter acesso a computador e comecei a consumir mais coisas gringas, curtia punk rock, gostava de rap mas por um bom tempo era mais do rock mesmo.

Com 12 anos comecei a andar muito de skate, com 14 tive mais acesso na cultura da rua mesmo, cresci muito a cena de rap e com isso entrei na cultura, conheci a galera da Captive e fiquei 100% dentro desse mundo e encontrei na moda a forma de me expressar. Em 2015, eu já trampava e tinha mais acesso, eu aprendi mais da cultura gringa, com a cultura sneakerhead e tudo mais, vi que isso era o que eu queria para a minha vida, com o primeiro salário peguei já algumas roupas e uns tênis, entrei no game e fiz muitas conexões, com isso tudo eu aprendi a ser eu mesmo, através da moda melhorei até a minha autoestima. Eu sempre gostei de empreendedorismo então juntei os dois mundos.


SC: Por que você começou a sua marca?


PALLA: A Palla foi de uma vontade de me expressar e mudar de vida, em 2020 tinha a marca no papel e estava em uma situação difícil, mas assim que consegui melhorar um pouco, eu comecei a trabalhar em uma loja de sneaker para fazer network. Com isso, a marca ficou parada por 4 meses, acabei tendo ajuda do meu amigo Kurt, que com um aporte financeiro, e divulgando a marca na loja dele, fez com que a Palla crescesse bastante, o que nos levou ao nosso moletom mais famoso, que nasceu graças ao tiktok e que fez com que uma empresa pequena fosse para uma empresa de 12 pessoas.


SC: O que você quer passar através da sua marca?


PALLA: A Palla é basicamente a minha visão de mundo, eu viajo muito nas ideias e queria que as pessoas despertassem a criatividade delas, acredito que nada é único. Um dos meus objetivos é fazer a diferença, não somente mudar o mundo como todo, mas todas as pequenas mudanças também, as grandes mudanças vem de pequenas mudanças né, e o maior sonho mesmo é dar acesso da marca para todas as pessoas terem um produto diferente, ter um estilo diferente, as pessoas se vestirem bem mesmo, ter pessoas na rua se expressando por meio das suas roupas.



SC: Qual o seu sonho com a marca?


PALLA: Todo mundo olhar para as peças da Palla e falar que é capaz de fazer algo diferente também, ter um pensamento diferente do padrão.



SC: Quais são as suas maiores referências no mundo da moda?


PALLA: De roupa eu não pego muitas outras referências, as ideias vem direto da cabeça mesmo, tenho mais inspirações em música. Mas para citar algumas seria a CPFM e a Balenciaga.



SC: Não podemos deixar de fora, Nike ou Adidas?


PALLA: Nike, acho mais legal, a Nike foi pensada para bater de frente com a Adidas mesmo, valorizam as pessoas que algumas outras marcas não olham.


SC: Time do coração?


PALLA: São Paulo, já fui fanático mas agora assisto menos por que ficava muito estressado.



SC: Pelo menos uma marca nacional referência e uma marca mundial?


PALLA: Captive, Zdogy, Melier, PACE, CPFM, Balenciaga, Louis Vitton, Bape, Human Made, Apple, Space X e Tesla.



SC: O que você acha da atual cena de moda street no Brasil?


PALLA: Eu to achando bem legal, antigamente era muito fechado, hoje está mais livre para as marcas mais novas chegarem e terem seu espaço, acho que tem que ter mais opções, mais marcas, ter todo mundo junto e unido também. Mostrar para o mundo que temos o mesmo potencial de todas as marcas gringas.


SC: Qual a sua próxima coleção, quais peças estão por vir e quais peças vocês acham que o pessoal vai ficar maluco vendo?


PALLA: Space Analyse será o nome da próxima coleção, difícil escolher uma peça favorita, nela teremos jaqueta, moletom e calça, tudo com muita inovação e melhora nos materiais. Essa vai ser é uma introdução da Palla no espaço, desenhos do espaço vão estar presente nos designs das peças, então vai ter muito dessa temática.


SC: Qual o seu tênis favorito hoje na coleção?


PALLA: Gosto muito do Dunk, desde sempre, mas mais especificamente o Dunk Pigeon.



SC: E o seu Grail?


PALLA: Com certeza o Dunk What The Dunk, ou o primeiro Pigeon.



Esse foi mais um episódio da apresentação de marcas nacionais que você precisa conhecer. Continue nos acompanhando por aqui e em nossas redes sociais, que tem muito mais por vir.

0 comentário

Comments


bottom of page